Dicas para uma entrevista de trabalho

Dicas para uma entrevista de trabalho

Marisa Costa
2019-08-05
Se foste selecionado(a) para a entrevista quer dizer que o teu currículo estava suficientemente atraente para a função pretendida. Agora o que te vão avaliar é a postura. Prepara-te!

1. Atrasos. Primeiro de tudo. Nunca, mas mesmo nunca chegues atrasado(a). Sai de casa com antecedência, certifica-te que sabes onde é a empresa e não te esqueças da pessoa com quem te vais encontrar. Se queres começar com o pé direito faz as coisas atempadamente e com responsabilidade.


2. O vestuário. A pessoa que te entrevistar, vai olhar-te de cima abaixo. A forma como te vestes quer dizer muito sobre ti. Veste uma roupa formal para causar boa impressão. Mas nada escandaloso. Cores neutras e peças simples. Mesmo que o trabalho a que te candidatas não seja tão rigoroso. Até podes ter que usar farda, mas naquele dia, vais deixar a tua primeira impressão. E convém que seja boa. 


3. Informa-te sobre a empresa que estás a concorrer. Prepara-te minimamente sobre a área de trabalho da empresa, o que produz ou os serviços que oferece ao mercado. Convém que te identifiques com os valores da empresa e que saibas identificar acontecimentos ou feitos importantes para a marca em questão.


4. Estuda a matéria antes do teste. Leva algumas possíveis respostas na tua cabeça. Por exemplo, quais são as tuas virtudes e defeitos? Existem algumas coisas que podes admitir, mesmo sendo defeitos, podes identificá-los sem que fiques mal visto. Por exemplo: timidez, nervosismo, necessidade de agradar a todos ou o medo de falar em público. Se não forem características cruciais para o cargo que vais desempenhar não terás problema. E além disso são coisas que podes ir melhorando com o tempo. Nas virtudes aconselhamos-te a não te alongares muito. Mostra que és bom(a), sim, mas não de forma exibicionista. Algumas das caraterísticas mais apreciadas pelos empregadores são a lealdade, a pontualidade e a organização.


5. O que é que podes dar à empresa? Quase de certeza que te vão perguntar isso. Tudo que tens no CV pode-te ser questionado por isso assegura a veracidade das informações e tem muito cuidado com o que lá colocas. Nem a mais nem a menos. Tens que ter a dose certa. Mostra no que é que te podes diferenciar, mas pela positiva. Pensa porque é que realmente mereces aquele trabalho. 


6. Foca-te em resolver o “problema” da empresa. É claro que o teu objetivo é conquistar a oportunidade profissional, mas demonstra, durante a conversa, estar atento às necessidades da empresa. O que é que a empresa precisa? É aqui que entras em cena. Tens que mostrar que o teu perfil é o indicado. Demonstra em que é que podes ser útil, porque é que és a pessoa indicada. Vamos dar-te uma ajudinha. Já ouviste falar no acrónimo STAR? Pois bem, é uma técnica utilizada para poderes descrever um pouco das tuas experiências e das tuas conquistas. Descreves a Situação, a Tarefa, as Ações e o Resultado. Se seguires estas etapas será mais fácil estruturares o teu pensamento. Conta ao entrevistador como conseguiste resolver determinados problemas em empregos anteriores.


7. Não sejas inconveniente. Mostra que és honesto(a) e sensato(a). Nunca perguntes quanto é que vais ganhar. Aborda a situação de forma delicada e agradável. Opta por perguntar qual é aproximadamente o salário mensal para o cargo, em vez de perguntares diretamente "Quanto é que vou ganhar?". Pode parecer rude ou ganacioso da tua parte.  Mas faz perguntas. Relevantes e indicadas para a situação. Mostra que estás realmente interessado(a). E mantém sempre o contacto visual com o entrevistador. Aproveita e treina em frente ao espelho a tua expressão facial e postura corporal. Costas direitas!


8. Confiança. Tens que ter confiança em ti próprio(a) e principalmente transmitir confiança aos outros. Por isso não fales mal do teu antigo patrão, nem reveles informações confidenciais sobre a empresa na qual trabalhaste. Ninguém vai querer um funcionário assim. Tens que ser sincero(a) quanto ao motivo da tua saída. Se conseguires ser transparente quando falas sobre ti, também conseguirás sê-lo no teu trabalho.


9. Coisas proibidas: mascar pastilha elástica, cheirar a tabaco ou outro odor desagradável, roer as unhas, estar irrequieto(a) e mexer constantemente as mãos e as pernas. Outras coisas que também te podem prejudicar são atender chamadas telefónicas a meio da entrevista ou tentar despachar a situação. Lembra-te que o interessado és tu!

No caso das senhoras, evitar minissaias, decotes acentuados, roupas extremamente justas ou transparentes e maquilhagens exageradas.

Os senhores, nada de calções, camisolas sem mangas do estilo caveada, nem perfumes muito fortes. Se tiverem barba convém estar aparada. 

Já nem vamos falar que não devem mesmo usar chinelos, nem roupa amassada ou suja. Isso é mais que óbvio.


10. Sorrir. Por último aconselharmos-te a estares bem disposto. Toma um bom café ou pede para te contarem umas anedotas antes de ires para a entrevista. Ninguém quer um funcionário mal-humorado, não achas ?


Mas não te atrases por causas das anedotas! Força, vai correr bem.